23.5 C
Jundiaí
domingo, 21 julho, 2024

Bate-boca e palavrão: e-mails revelam bastidores de processo contra Xuxa

publicidadespot_imgspot_img

E-mails trocados entre Xuxa Meneghel e Luiz Claudio Moreira, ex-empresário da Rainha dos Baixinhos, revelam momentos tensos entre os dois. As mensagens constam na ação que Moreira move na Justiça contra a apresentadora. “Vai à merda”, “foda-se” e “não tenho saco, tenho útero” são algumas das palavras de baixo calão que a artista usa.

Nas mensagens, redigidas entre janeiro e fevereiro de 2016, Moreira revela sua preocupação com a audiência do programa Xuxa Meneghel, que ela havia estreado na Record em agosto de 2015, mas prestes a deixar a grade da emissora em dezembro daquele ano.

O empresário diz que a aposta em uma imitação do formato do talk show de Ellen DeGeneres não deu certo, e que o quadro Conto de Fadas (no qual famosos expunham sua intimidade) estava prejudicando a imagem da apresentadora.

“Seu comportamento no palco do programa, na tentativa vã de fazer sucesso a qualquer preço, apresenta uma artista que o Brasil não quer ver”, escreve Moreira. “Não interessa para ninguém a sua intimidade com o Junno, especialmente quando envolve temas sexuais e escatológicos.”

Na resposta, Xuxa sobe o tom. “Eu queria imitar Ellen?”, interpelou a Rainha dos Baixinhos. “Quem me ofereceu este programa, esta cópia, este modelo, foi a Record. Ok, porque está dando errado a culpa é minha. Você tem razão, não tenho saco, não. Aliás, nunca tive. Tenho útero.” Em outros trechos da conversa, Xuxa ataca o então empresário e o manda “à merda”.

No processo movido contra a apresentadora, Moreira alega que, diante das agressões e do tratamento rude, havia se tornado impossível manter a sociedade com Xuxa. Ambos fecharam um acordo de mais de R$ 1 milhão. Xuxa, contudo, não teria cumprido o acordo.

Novo Dia
Novo Diahttps://novodia.digital/novodia
O Novo Dia Notícias é um dos maiores portais de conteúdo da região de Jundiaí. Faz parte do Grupo Novo Dia.
PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

PUBLICIDADEspot_img

notícias relacionadas