26.4 C
Jundiaí
quarta-feira, 7 dezembro, 2022

Prefeitura de Itatiba realiza premiação de trabalhos do Projeto Letramento em Programação

PUBLICIDADEspot_img

Em parceria com Instituto Ayrton Senna, Tech Oscar 2022 aconteceu no Teatro Ralino Zambotto

A Prefeitura de Itatiba realizou, através da Secretaria de Educação, a premiação dos times com os melhores trabalhos da Rede Municipal de Ensino desenvolvidos no Projeto Letramento em Programação, realizado em parceria com o Instituto Ayrton Senna e apoio da Universidade São Francisco (USF).

Intitulada Tech Oscar 2022, a cerimônia foi no Teatro Ralino Zambotto, com apoio da Câmara Municipal de Itatiba, na última terça-feira (22), reunindo alunos e professores responsáveis pelos melhores trabalhos desenvolvidos nas aulas de Letramento em Programação e Robótica. Ao todo, 14 times foram premiados nesta noite que é o ponto alto do programa.

Para o prefeito Thomás Capeletto de Oliveira, que esteve presente ao evento, o investimento no aprendizado extra sala de aula prepara de forma diferenciada os alunos para o futuro. “Isso acontece de uma forma que eles têm seu interesse despertado na prática, nos laboratórios de Informática, aplicando de forma concreta o que aprendem”, salienta, destacando a Robótica como diferencial, que agrega vários conceitos aprendidos.

O Tech Oscar foi a quarta e última etapa do Letramento, que voltou neste ano a ser presencial. O projeto teve início em 2015 e, mesmo com a pandemia, se manteve ativo, à distância. No retorno ao presencial neste ano, envolveu 16 escolas e teve 470 alunos inscritos para as aulas. Os alunos também utilizam Laboratórios de Informática da USF, para colocar o aprendizado em prática.

Desde outubro, houve uma seletiva: em cada unidade de ensino, os melhores projetos foram escolhidos pela comunidade escolar. Os selecionados foram apresentados no último sábado (19/11), no I Simpósio Municipal de Educação e Tecnologia, com o tema A Tecnologia na Educação Básica. Ele foi realizado na Emeb Profa. Eliete, no NR Porto Seguro.

Lá, 28 jurados escolheram 14 projetos dentre 40 participantes, obedecendo os critérios: Etapa Cursada; Plataforma Utilizada e, principalmente, Categorias de Melhor Linguagem Técnica e Melhor Conjunto Pedagógico.

O Letramento tem também como polo a USF e, em parceria com a Secretaria de Ação Social, Trabalho e Renda, os Centros de Referência de Assistência Social (Cras) Porto Seguro e Nações. As plataformas usadas são Scratch – nos módulos Jr., Básico e Intermediário – e Micro Bit e Arduino no Avançado. O projeto nasceu em Itatiba e hoje, através do Instituto Airton Senna, está espalhado pelo Brasil.

Novo Dia
Novo Diahttps://novodia.digital/novodia
O Novo Dia Notícias é um dos maiores portais de conteúdo da região de Jundiaí. Faz parte do Grupo Novo Dia.
PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

PUBLICIDADEspot_img

notícias relacionadas