22.8 C
Jundiaí
terça-feira, 29 novembro, 2022

Ativistas jogam torta em estátua de cera do rei Charles III 

PUBLICIDADEspot_img

Dois ativistas (um homem e uma mulher) do grupo Just Stop Oil jogaram tortas na figura de cera do rei Charles III, dentro do museu Madame Tussauds, em Londres, na Inglaterra, nesta segunda-feira (24). As informações são da agência de notícias Reuters. A ação foi filmada e postada no Twitter do movimento.

Pelas imagens é possível ver Eilidh McFadden, de 20 anos, de Glasgow, e Tom Johnson, de 29 anos, de Sunderland, subindo na plataforma onde ficam as estátuas de cera de Charles, da rainha Camilla, do príncipe William e da princesa Catherine. Eles tiram os casacos e mostram as camisetas Just Stop Oil.

Tanto McFadden quanto Johnson jogam a torna no rosto da figura do monarca. Protestos desta natureza têm sido uma prática frequente do grupo, que anteriormente jogaram sopa sobre a pintura “Girassóis”, de Vicente van Gogh, na National Gallery de Londres em 14 de outubro.  

Além disso, eles bloquearam estradas ao redor do parlamento e departamentos governamentais, exigindo que a Grã-Bretanha interrompa todos os novos projetos de petróleo e gás.

Grupos aliados em outros países também intensificaram os protestos antes da COP 27 começar no Egito em 6 de novembro.

No domingo (23), dois ativistas alemães do grupo Letzte Generation (Última Geração) jogaram purê de batata na pintura “Grainstacks”, de Monet, no Museu Barberini, em Potsdam, na Alemanha.

“Estamos no meio de uma catástrofe climática e a única coisa que tememos é sopa de tomate ou batata em uma pintura. Quer saber do que tenho medo? Essa ciência afirmou que não poderemos alimentar nossas famílias em 2050”, disse a ativista Mirjam Herrmann na frente dos visitantes do museu.

“Esta pintura não terá valor se estivermos brigando por comida. Quando é a hora de você ouvir e não continuar como antes?”, acrescentou.

Para o grupo, a pintura tem um valor estimado de cerca de US$ 111 milhões (cerca de R$ 57 milhões na conversão direta). Um comunicado de imprensa publicado pelo Museu Barberini de Potsdam informou que “felizmente, a pintura foi protegida por vidro e cuidadosamente selada. Portanto, nenhum líquido pode penetrar e a pintura em si permaneceu ilesa”.

Fonte: Assessoria de Comunicação PMJ

Novo Dia
Novo Diahttps://novodia.digital/novodia
O Novo Dia Notícias é um dos maiores portais de conteúdo da região de Jundiaí. Faz parte do Grupo Novo Dia.
PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

PUBLICIDADEspot_img

notícias relacionadas