22.4 C
Jundiaí
domingo, 25 fevereiro, 2024

Prefeitura realiza 3º Encontro de Pesquisadores de Franco da Rocha

spot_img

Após o período de isolamento, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Educação e Cultura, voltou a realizar o Encontro de Pesquisadores de Franco da Rocha. O encontro aconteceu na semana passada no Circo Escola Edgar Cabide Grecco e está na sua terceira edição.

Durante três dias os participantes tiveram acesso às pesquisas que foram voltadas aos espaços memoráveis, patrimônios arquitetônicos e ambientais da cidade, junto às expressões artísticas e culturais do antigo Complexo Hospitalar do Juquery.

Participaram do evento, os alunos da ETEC do município, Dr. Emílio Hernandez Aguiar, e da Escola Estadual Otto Weiszflog da cidade de Caieiras. Os alunos assistiram às apresentações de slides dos pesquisadores franco-rochenses, escolhidos através da equipe técnica do Programa Franco Memória (PFM) e que foram divididos da seguinte maneira:

Michelle Louise – Centro de memória e pesquisa de Franco da Rocha; Nilma Freitas – A preservação do Palácio de Franco da Rocha; Luana Dorigon – O Juquery como espaço de memória da ditadura militar; Lucas Vitorino – A resistência diante das políticas de esquecimento; Antonio Artur – Transformações da paisagem na Sub-bacia hidrográfica do Ribeirão Tapera Grande; Ricardo Pereira – O Hospital do Juquery com sua fauna e flora; Rafael Matias, Juquery – A arte no Passado, presente e futuro; Mateus Torres – Refuncionalização dos espaços do Complexo Hospitalar do Juquery, por meio de eventos culturais; Mara Cristina – Osório Thaumaturgo César: pioneiro da Arte-terapia em São Paulo e no Brasil; Amora Julia Cunha – A arte em meio a tragédia brasileira: entre imagens narrativas e processos criativos; Helena Carvalho e José Francisco – Erradicação do trabalho infantil; Elielton Ribeiro – O processo de criação do fotofilme “À muitas mãos” (2022) em um acompanhamento do artista Nailton Silva.

“Eu achei muito importante, sou morador de Franco da Rocha e nem imaginava que o Juquery fazia parte de toda a região, não fazia ideia da Maria Fumaça e nem que répteis caminhavam e ainda caminham aqui pelo cerrado” disse João Victor, de 13 anos, estudante da escola Otto Weiszflog, após ouvir o pesquisador Ricardo.

De acordo com o a Secretaria e a equipe responsável pelo evento, o próximo encontro acontecerá em agosto de 2023, mês que antecede o festival cultural “Soy Loco Por Ti Juquery”.

Novo Dia
Novo Diahttps://novodia.digital/novodia
O Novo Dia Notícias é um dos maiores portais de conteúdo da região de Jundiaí. Faz parte do Grupo Novo Dia.
PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

PUBLICIDADEspot_img
PUBLICIDADEspot_img

notícias relacionadas