22.8 C
Jundiaí
terça-feira, 29 novembro, 2022

Jundiaí promove ações de conscientização sobre a prevenção do suicídio

PUBLICIDADEspot_img

Como forma de prevenir as ocorrências de suicídios a partir de ações de conscientização sobre o tema, durante todo o Setembro Amarelo, diversas ações serão realizadas ao longo do mês, com destaque para evento no dia 28, realizado por meio da TVTEC com o tema “Suicídio: Os laços com a vida: O que te faz ter vontade de seguir em frente?”, no Teatro Polytheama.

“O suicídio é um fenômeno complexo e multicausal e deve ser compreendido e abordado de forma ampla. Este é um mês muito importante. É fundamental falarmos sobre o tema, promovendo a prevenção ao comportamento suicida de forma efetiva”, ressalta o coordenador de Saúde Mental da Unidade de Gestão de Promoção da Saúde (UGPS), Alexandre Moreno Sandri.

No mundo cerca de 800 mil pessoas tiram a própria vida por ano. Em Jundiaí, em 2021, foram registrados 32 suicídios ao longo do ano. Neste ano, são 16 ocorrências até julho. A maior prevalência é entre homens de 20 a 59 anos. Considerando a média dos últimos cinco anos (2017-2021), a taxa de mortalidade por suicídio é de 6,3 por 100 mil habitantes. A cidade está em condição similar a outras de mesmo porte.

Rede de atendimento
A rede municipal de saúde com a área de saúde mental, atua por meio da Rede de Atenção Psicossocial (RAPS). São disponibilizados quatro Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), sendo dois serviços para adultos (CAPS III e CAPS II), um serviço para crianças e adolescentes (CAPS Infantojuvenil) e um serviço para pessoas com necessidades decorrentes do uso de álcool e drogas (CAPS AD III).

O atendimento é feito por equipes multidisciplinares, compostas por enfermeiros, psicólogos, terapeutas ocupacionais, médicos, técnicos de enfermagem, assistentes sociais, entre outros profissionais. Não há necessidade de agendamento prévio ou encaminhamento de outro serviço para a realização do acolhimento (primeiro atendimento no serviço). O CAPS III e o CAPS AD III operam com funcionamento 24hs, tendo condições de oferecer aos usuários atendidos pelo serviço, nos momentos de agravamento do quadro, a hospitalidade integral, ou seja, permanência diuturna no serviço.

Além disso, as 35 Unidades Básicas de Saúde (UBSs), apoiadas por oito equipes do NASF (Núcleo Ampliado de Saúde da Família), também ofertam atendimento.

A RAPS possui, ainda, uma equipe de Consultório na Rua, voltadas aos usuários que se encontram em situação de altíssima vulnerabilidade e que não conseguiriam acessar os serviços de saúde tradicionais. Outros pontos desta rede incluem o Centro de Convivência, Cultura, Trabalho e Geração de Renda (CECCO), as Unidades de Acolhimento, os Serviços Residenciais Terapêuticos e a enfermaria de retaguarda de Saúde Mental no Hospital São Vicente de Paulo.

Programação
A programação alusiva ao Setembro Amarelo será divulgada ao longo do mês nos canais oficiais da Prefeitura. Acompanhe.

Fonte: Assessoria de Comunicação PMJ

Novo Dia
Novo Diahttps://novodia.digital/novodia
O Novo Dia Notícias é um dos maiores portais de conteúdo da região de Jundiaí. Faz parte do Grupo Novo Dia.
PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

PUBLICIDADEspot_img

notícias relacionadas