14.4 C
Jundiaí
sexta-feira, 19 julho, 2024

Jovem condenado por ir pelado à delegacia vai nu ao tribunal

Após aparecer completamente nu em um Tribunal de Justiça de Valência, na Espanha, um jovem de 29 anos, estava sendo julgado por não usar roupas na rua. Alejandro Colomar é um cientista da computação e tem o nudismo como hobby.

Ao andar sem roupas em público, ele foi multado em mais de R$ 15 mil (3 mil euros), na chamada Lei de Segurança Cidadã, conhecida como Lei da Mordaça, aprovada em 2015, durante o governo de Mariano Rajoy.

Frente a situação, ele decidiu que iria nu ao seu julgamento, alegando tratar-se de “uma prática jurídica”, informou o jornal espanhol ABC. 

No entanto, a Polícia Nacional – notificada pela Guarda Civil – determinou que ele deveria se vestir para acessar as instalações do tribunal, sob ameaça de pena.

O jovem, para a imprensa, natural de Valência, que atualmente mora em Aldaia, explicou que nunca teve qualquer problema com a sua nudez. Ao pesquisar na internet, descobriu que se tratava de uma prática jurídica e por isso resolveu aderir.

No entanto, ele lamentou que a polícia sempre o incomodava toda vez que ele saía nu, às vezes acompanhado de sua mãe, embora ela estivesse vestida. Colomar ressaltou que vai continuar a reclamar o seu direito e que tem dinheiro para pagar as multas e o advogado.

O seu advogado, Pablo Mora, explicou que andar nu na rua não é crime, mas admite que há um vácuo legal desde que o crime de escândalo público foi eliminado em 1988. Desde então, essa prática deve ser regulamentada em portarias municipais. (UOL)

Novo Dia
Novo Diahttps://novodia.digital/novodia
O Novo Dia Notícias é um dos maiores portais de conteúdo da região de Jundiaí. Faz parte do Grupo Novo Dia.
PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

PUBLICIDADEspot_img

notícias relacionadas