spot_img
11.4 C
Jundiaí
quarta-feira, 6 julho, 2022

É, mas não é bem assim

PUBLICIDADEspot_img

Coisas recentes: O Mc Picanha do McDonalds não tem picanha. Whopper Costela do Burguer King não tem costela. Agora que o Procon andou puxando a orelha dessa gente aconteceu o seguinte: o Burguer King admitiu que o lanche não tem costela, apenas aroma de costela. O McDonalds retirou o Mc Picanha do cardápio e culpou a agência de publicidade, que produziu os comerciais, pelo “engano”.

Não é de hoje que nos enganam. Refrigerantes, por exemplo, passaram a ter uma pequena
porcentagem natural só depois de muita pressão. Mesmo assim, mais de 90% de um refrigerante é artificial. Cerveja nunca deveria ter milho, mas tem. No rótulo os fabricantes não admitem milho, mas admitem a presença de “cereais não maltados”. Ou seja, milho. E ainda por cima, transgênico.

Algumas empresas mentem descaradamente ao apresentar seus produtos. Para enfeitar o bolo, cereja artificial. Ou seja, cereja que não é cereja. Há também a linguiça “tipo calabresa”, mais barata que a calabresa de verdade, assim como a “tipo toscana”. Poderíamos pagar esses produtos com algum papel “tipo dinheiro”, ou “tipo cheque”.

Quem sabe criam vergonha.

Voltando à picanha que não era picanha do McDonalds. Será que alguém vai acreditar que a culpa foi mesmo da agência de publicidade? Será que a agência invadiu as cozinhas de todas as lojas
McDonalds para plantar essa história? E o McDonalds não viu a propaganda antes de sua divulgação?
Isso é menosprezar a inteligência do consumidor.

Toda essa safadeza não ficaria impune se isso fosse um país sério. O zeloso Procon multa, assim como multa a Vivo, a Tim, a Claro. Mas poquíssimas empresas pagam essas multas. Preferem produzir recursos e mais recursos. O tempo vai passando, e o processo acaba adormecendo em alguma gaveta.

Se chegar ao STF então… aí sim é que fica tudo esquecido.
Melhor mesmo é não comer esses lanches. Não pela desconfiança do sabor. Pelo bem da saúde.
Melhor não tomar esses refrigerantes, pelo bem da saúde também. Melhor evitar a cereja artificial, a linguiça “tipo calabresa” ou a “tipo toscana”. A única salvação está na cerveja – ainda há fabricantes que podem ostentar em seus rótulos a composição “puro malte”. Por enquanto.

Novo Dia
Novo Diahttps://novodia.digital/novodia
O Novo Dia Notícias é um dos maiores portais de conteúdo da região de Jundiaí. Faz parte do Grupo Novo Dia.
PUBLICIDADEspot_img
PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

notícias relacionadas