spot_img
spot_img
35.2 C
Jundiaí
segunda-feira, 20 setembro, 2021
spot_img

Xadrez

Conto Homoerótico

Calo sua boca com um ligeiro tapa viril do meu cavanhaque macio. Estupefato, você aguarda a próxima ordem. O Rei em mim-eu-mesmo comanda o Peão que há em você.

Relaxado na velha poltrona do papai, eu exijo que meu marido retire suas vestes de labuta. O cheiro da terra vermelha invade meus anseios. Esqueça aquele banho nas águas externas. Agora o limpar dos seus músculos ressumados será executado pelos meus lábios ressequidos, furiosos.

Camisa flanela de grandes quadrados entreabertos, admiro os contornos do seu ursino peito arfante. Seu jeans-uniforme jaz arriado e eu vagarosamente contemplo a balbúrdia de ouriçados pelos aloirados que cobrem com formosura suas coxas transparentes.

“Vire-se!”, eu ordeno. E vou apalpando tudo aquilo que me pertence.

“Sim, meu Senhor!”, você geme, perde todas as noções. E quer mais. Muito mais!

Eu travo a opulência das minhas investidas, turvando os parâmetros do seu prazer. Corpo a gritar de frio e vontades, você espera ansioso pelo próximo movimento brucutu.

Vem, meu Bispo em forma de Cavalo. Deixe-me alçar suas costas finas. O Grande Rei Urso comanda novo espetáculo das pelúnicas Rainhas depravadas. Você encarna a Torre que vai encarcerar os amantes por toda a madrugada!

Moa Sipriano | Literatura Gay

Novo Diahttps://novodia.digital/novodia
O Novo Dia Notícias é um dos maiores portais de conteúdo da região de Jundiaí. Faz parte do Grupo Novo Dia.
PUBLICIDADEspot_img
PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

notícias relacionadas