16.4 C
Jundiaí
segunda-feira, 3 outubro, 2022

Saiba como organizar a lancheira de seu filho nessa época de COVID

PUBLICIDADEspot_img

As escolas de todo o pais retornaram às aulas. Com a reabertura, alguns cuidados passam a ser essenciais principalmente em momentos de interação como na hora do lanche, em que a criança vai manusear alimentos e ter contato mais próximo aos demais colegas. Para os pequenos, fica o desafio de lidar com a pandemia e manter todos os cuidados. Para os pais, a responsabilidade de orientá-los e organizar uma lancheira segura.

Segundo Barbara Pinheiro Possani, nutricionista supervisora do SND (serviço de nutrição e dietética) do Hospital Universitário de Jundiaí, a higienização dos alimentos sempre foi um ponto muito importante, mas em época de pandemia a mesma deve ser intensificada. Além disso, uma dica é embalar todos os alimentos individualmente para facilitar na hora do consumo e evitar contaminações. “Com certeza devemos evitar que as crianças compartilhem os lanches, dessa forma embalar de maneira individual com plástico filme após a higienização, ou as frutas que possibilitam serem picadas e armazenadas em um pote esterilizado auxilia nessa questão”.

Crianças adoram compartilhar, seja o lanche ou os utensílios como copos e talheres. No momento atual, é importante que elas entendam que cada um deve ter e comer seus próprios alimentos. Para ajudar, coloque copos, guardanapos e toalhas descartáveis na lancheira/bolsa.

O lanche deve conter alimentos nutritivos como, por exemplo, frutas e cereais. “No atual momento que vivemos, é muito importante oferecermos uma alimentação rica em nutrientes (vitaminas, minerais, fibras) para fortalecer a saúde das crianças. Aposte em frutas, cereais integrais, iogurtes de boa qualidade, sucos naturais e pães integrais”, explica a nutricionista.

Os bebedouros não devem ser utilizados diretamente, apenas para o abastecimento de copos ou garrafas próprias. Aqueles bebedouros antigos em que o aluno colocava a boca diretamente na fonte de água devem ser evitados.

E não se esqueça de ensinar seus filhos a lavar as mãos corretamente – especialmente depois de assoar o nariz, usar o banheiro e antes de comer, você pode ajuda-los a reduzir o risco de adoecer e infectar outras pessoas.

Lanchou? Então, troque a máscara. É importante que a criança tenha mais de uma para que ela faça as trocas de maneira adequada e segura. Além disso, é importante ensiná-las a guardar em uma sacolinha separada na bolsa.

A tarefa de ensinar os procedimentos desta nova realidade não é fácil e deve ser um trabalho em conjunto da família e dos profissionais da escola.

Novo Dia
Novo Diahttps://novodia.digital/novodia
O Novo Dia Notícias é um dos maiores portais de conteúdo da região de Jundiaí. Faz parte do Grupo Novo Dia.
PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

notícias relacionadas