spot_img
spot_img
20 C
Jundiaí
domingo, 17 outubro, 2021
spot_img

Olimpíadas: Seleção brasileira estreia com vitória em cima da Alemanha

A seleção brasileira de futebol masculino precisou apenas de 23 minutos ainda no primeiro tempo para definir o placar e vencer a Alemanha por 4 a 2, estreando com vitória nas Olimpíadas de Tóquio, no Estádio Internacional de Yokohama. Os três gols foram marcados por Richarlison e o outro de Paulinho já nos acréscimos . Na etapa complementar, Amiri e Ache diminuíram a diferença para os atuais vice-campeões olímpicos na partida de abertura do Grupo D.

O resultado entra para história: esta foi a quarta vez que um jogador do Brasil fez a rede balançar três vezes em uma mesma partida de futebol masculino nos Jogos Olímpicos, a primeira numa estreia. Gérson, Romário e Bebeto foram os outros craques da seleção que realizaram igual façanha. 

O próximo compromisso do Brasil será no domingo (25), às 5h30 (horário de Brasília), quando enfrenta a Costa do Marfim, que também estreou com vitória. Já a Alemanha busca a recuperação também no domingo, às 8h, diante da Arábia Saudita. 

O jogo

Destaque na partida, Richarlison, foi escalado como atacante central, mas com liberdade para se movimentar entre as linhas de marcação do adversário. Após abrir larga vantagem, marcando três em um intervalo de 23 minutos, restou ao atacante manter a segurança e o que se viu foi uma sequência de duelos pessoais com direito a dribles, jogos físicos e acertos nas finalizações. Mesmo sendo substituído no segundo tempo após queda no rendimento físico, saiu ovacionado pela torcida. 

A Alemanha reconstruiu seu sistema de marcação, após três vezes vazadas. Chegou a esboçar reação na etapa complementar, mas só conseguiu balançar as redes em falhas individuais do Brasil. 

Santos vacilou ao não conseguir se recuperar depois de um quique da bola no gramado após finalização de Nadiem Amiri e tomou o gol. Em seguida, Diego Carlos errou o tempo do lance numa bola cruzada e permitiu que Ragnar Ache marcasse o segundo, o que gerou minutos de tensão no fim do jogo.

O Brasil começou avassalador em Yokohama com uma sequência de ataques, que aparecia muitas vezes com seis homens — com dois lances pelo centro. Foi com Matheus Cunha mais móvel para buscar a posse de bola e fazer tabelas e Richarlison aparecendo nas costas da marcação para aproveitar uma zona mais próxima do gol que as primeiras chances foram sendo empilhadas. Antony e Claudinho foram os coadjuvantes, apoiados pela presença ofensiva de um lateral e de Bruno Guimarães. 

Os três gols do primeiro tempo passaram por estes nomes.O primeiro teve Matheus Cunha, Antony e Richarlison. O segundo, Bruno Guimarães, Guilherme Arana e Richarlison. O terceiro, Matheus Cunha e, claro, Richarlis.

O Brasil poderia ter vencido com uma diferença ainda maior no placar ao desperdiçar um pênalti por Matheus Cunha depois de jogada com Daniel Alves. A etapa inicial foi favorável para o Brasil, com oito finalizações no gol de Muller. Um ataque móvel, técnico, com espírito coletivo, muito mais rodagem em alto nível internacional e inteligência para explorar espaços foi perfeito diante de uma defesa desorganizada, lenta, sem força no um contra um e sem agressividade na marcação.

(Fonte: UOL)

Novo Diahttps://novodia.digital/novodia
O Novo Dia Notícias é um dos maiores portais de conteúdo da região de Jundiaí. Faz parte do Grupo Novo Dia.
PUBLICIDADEspot_img
PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

notícias relacionadas