spot_img
12.5 C
Jundiaí
terça-feira, 3 agosto, 2021
spot_imgspot_img

Banheiro transforma cocô em energia e crédito para estudantes

Imagina ganhar dinheiro com o seu cocô? Um professor sul-coreano projetou um banheiro que transforma cocô em biogás metano, para uso no sistema de energia da escola.

Além disso, Cho Jae-Weon, que dá aulas de engenharia urbana e ambiental no Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Ulsan – UNIST, incentiva os alunos a utilizarem o banheiro e, como recompensa, eles ganham uma espécie de moeda digital.

A experiência rende a quem utiliza o chamado ‘banheiro BeeVi’ – na tradução ‘visão de abelha’, créditos para gastar no refeitório da escola.

Segundo Cho, a invenção de um banheiro que usa excrementos humanos e os transforma em biogás metano para uso no sistema de energia da escola faz com que os alunos reavaliem o desperdício.

O banheiro BeeVi usa uma bomba de vácuo para enviar fezes para um tanque subterrâneo, reduzindo o uso de água.

As bactérias quebram as fezes e o metano é canalizado para uma célula de combustível de óxido sólido que aciona várias funções de construção, como o aquecedor de água quente.

Produção de Eletricidade 

Em média, o excremento diário de um ser humano pode gerar cerca de 0,5 quilowatt-hora de eletricidade.

“Se pensarmos fora da caixa, as fezes têm um valor precioso para produzir energia e esterco. Coloquei esse valor em circulação ecológica ”, disse Cho à Reuters.

Token para créditos

Ao lado do BeeVi, Cho criou um token digital, chamado de “Ggool”, ou mel em coreano, onde os alunos recebem o crédito por utilizar o banheiro.

Eles podem então pegar seu financiamento de fezes e gastá-lo em café e outros itens na cantina da escola.

“Eu sempre pensei que as fezes eram sujas, mas agora são um tesouro de grande valor para mim”, disse o estudante de pós-graduação Heo Hui-jin.

Novo Diahttps://novodia.digital/novodia
O Novo Dia Notícias é um dos maiores portais de conteúdo da região de Jundiaí. Faz parte do Grupo Novo Dia.

SUGESTÃO DE PAUTAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

PUBLICIDADEspot_img
PUBLICIDADEspot_img

notícias relacionadas