spot_img
spot_img
20.2 C
Jundiaí
domingo, 17 outubro, 2021
spot_img

Água de Cristiano Ronaldo gera prejuízo de US$ 4 bilhões à Coca-Cola

Ao declarar sua preferência pela água à Coca-Cola durante coletiva, o jogador Cristiano Ronaldo acabou exercendo forte impacto sobre as ações da fabricante de refrigerante no mercado financeiro. 

Na última segunda-feira (14), enquanto respondia às perguntas dos jornalistas sobre a partida entre Portugal e Hungria pela Eurocopa, o atleta retirou as duas garrafas de Coca-Cola, patrocinadoras do torneio, expostas na bancada à sua frente e, em seguida, sugeriu às pessoas “bebam àgua”.

Registrada pelas câmeras da imprensa internacional, a atitude de CR7 repercutiu nas redes sociais em todo o mundo. A partir daí, os papéis da Coca-Cola que custavam em torno de US$ 56,10, caíram para US$ 55,22, causando uma desvalorização de 1,6% para a empresa, além da queda de US$ 4 bilhões em valor de mercado na bolsa (de US$ 242 bilhões para US$ 238 bilhões).

A oscilação do valor de mercado não foi oficialmente explicada, mas como ocorreu próximo a atitude do craque da seleção portuguesa, foi atribuída por analistas da imprensa à ação do ídolo lusitano.  

Novo Diahttps://novodia.digital/novodia
O Novo Dia Notícias é um dos maiores portais de conteúdo da região de Jundiaí. Faz parte do Grupo Novo Dia.
PUBLICIDADEspot_img
PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

notícias relacionadas