spot_img
spot_img
25.7 C
Jundiaí
sábado, 4 dezembro, 2021
spot_img

Em meio a pandemia, Brasil será sede da Copa América

Mesmo com mais de 462 mil mortes por Covid-19 e ocupando o 2º lugar no mundo em óbitos em decorrência da doença, o Brasil será sede da Copa América. O anúncio foi feito hoje (31) pela Conmebol, entidade responsável pela competição, que aproveitou para agradecer o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

O comunicado veio, logo em seguida a Argentina, que sediaria o evento, suspender sua participação, exatamente por conta da pandemia da Covid-19. A Copa América inicia dia 13 de junho e, inicialmente, seria dividida com a Colômbia.

Este pediu o adiamento do evento esportivo pois passa por um período de instabilidade, com protestos populares. Ainda assim, a Conmebol incluiu o país como sede.    

Com isso, aumentou a probabilidade da realização do torneio por completo na Argentina, mas ontem (30) o governo anunciou que o agravamento da pandemia da covid-19 tornaria tal decisão inviável. 

A confederação sul-americana amanheceu hoje à procura de uma nova sede e o Brasil sequer era apontado como candidato. A Conmebol sugeriu à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) que o Brasil fosse sede da competição.

A autorização do Governo Federal foi concedida ainda nesta manhã e, embora a sede da Copa América ainda não esteja definida, já se sabe que Brasília receberá alguns jogos. 

Pelo Twitter, a Conmebol disse que os locais das partidas e o calendário completo do torneio serão divulgados nas próximas horas. 

Ao lado de Colômbia, Equador, Peru e Venezuela, a seleção brasileira está no Grupo B e deve estrear no dia 14 de junho, fora de casa.  

Novo Diahttps://novodia.digital/novodia
O Novo Dia Notícias é um dos maiores portais de conteúdo da região de Jundiaí. Faz parte do Grupo Novo Dia.
PUBLICIDADEspot_img
PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

notícias relacionadas