24.2 C
Jundiaí
quinta-feira, 25 fevereiro, 2021

Inquérito investiga médico que tomou doses da CoronaVac e AstraZeneca em menos de uma semana

Conduta viola princípios da moralidade e pode configurar ato de improbidade administrativa.

O médico Oliveiro Pereira da Silva Alexandre disse em um vídeo postado nas redes sociais na segunda-feira (15), que tomou uma dose da CoronaVac e outra da Oxford/AstraZeneca. A vacinação foi em um intervalo de quatro dias. 

O caso é investigado pela Prefeitura de Assis e pela cooperativa médica à qual ele pertence. No vídeo publicado no Youtube, o médico, que se apresenta como ‘Dr. Oliveira’, admitiu que tomou primeiramente uma dose da CoronaVac e, menos de uma semana depois, outra dose da vacina de Oxford.

“Veja bem, lembra que eu falei para vocês que eu tomei a CoronaVac e, por minha conta, eu tomei a da AstraZeneca. Isso não pode, tá bom? Isso não pode”, disse o Dr. 

Duas vacinas em menos de uma semana 

A primeira dose o médico tomou no dia 29 de janeiro, no Hospital Regional por ser da linha de frente do covid-19. Já na segunda dose, da AstraZeneca, o médico conseguiu receber no dia 2 de fevereiro, como beneficiário de um convênio que montou um posto de vacinação para profissionais da saúde.

“Eu pensei: ‘bom, a vacina vai ficar perdida se eu não tomar’. Mas eu posso trocar a outra dose da CoronaVac pela Astrazeneca, foi esse o meu raciocínio lógico. Eu vou lá, tomo da Astrazeneca, é dose única, já estou na linha de frente mesmo, estou protegido, e a última dose da CoronaVac eu não tomaria, fica à disposição para outro cidadão. Então ninguém tomou vacina de ninguém, ninguém ficou sem vacina por minha causa.” disse o médico.  

Novo Diahttps://novodia.digital/novodia
O Novo Dia Notícias é um dos maiores portais de conteúdo da região de Jundiaí. Faz parte do Grupo Novo Dia.

SUGESTÃO DE PAUTAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

notícias relacionadas