22.7 C
Jundiaí
sexta-feira, 22 janeiro, 2021

Reajuste do salário mínimo anunciado por Bolsonaro para 2021 não cobre inflação

O reajuste no  salário mínimo que passará para R$ 1.100 não repõe a inflação do ano passado. Desta forma o reajuste feito por Bolsonaro deixa o salário com menos poder de compra do que era antes.

Nesta terça-feira (12), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), usado para a correção do mínimo, acumulou alta de 5,45% no ano passado. O reajuste aplicado ao mínimo pelo governo foi menor, de 5,26%.

A Constituição determina que o salário mínimo tem que ser corrigido, ao menos, pela variação do INPC do ano anterior. Entretanto, como o reajuste começa a valer em 1º de janeiro de cada ano, antes da divulgação do resultado oficial do INPC pelo IBGE, o governo faz a correção com base em uma estimativa.

Novo Diahttps://novodia.digital/novodia
O Novo Dia Notícias é um dos maiores portais de conteúdo da região de Jundiaí. Faz parte do Grupo Novo Dia.

SUGESTÃO DE PAUTAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE

notícias relacionadas