spot_img
spot_img
25.7 C
Jundiaí
sábado, 4 dezembro, 2021
spot_img

O que é Esquerdismo (parte 1)

“Os animais são todos iguais, mas uns são mais iguais do que outros”, escreveu o inglês George Orwell, no livro A Revolução dos Bichos, uma crítica aos comunistas e socialistas que defendiam a estética da igualdade (de fachada, pois nunca a praticaram), enquanto os donos do poder (como Stalin na União Soviética) e seus amigos de partido desfrutavam de luxo, dinheiro, privilégios etc. Orwell disse isso durante a segunda guerra mundial (1945); que os regimes socialistas e comunistas mostravam esta contradição.  

Socialismo é um regime primitivo idealizado por Thomas More no livro “Utopia” (1516), de sociedades onde tudo é de todos (propriedade comum). Seria um sistema econômico onde caberia “a cada um segundo sua produtividade”. Já o comunismo foi  inventado por Karl Marx e Friedrich Engels (vide O Manifesto Comunista, 1848 e o Capital, 1867) para derrotar o capitalismo. Tipo de governo  político e econômico da sociedade sem classes, sem fronteiras, sem religião. “A religião é o ópio do povo e a família deve ser destruída”. Tudo pertence ao governo e a produção é dividida igualmente entre todos, onde cabe “a cada um segundo suas necessidades”.

No livro Esquerdismo, Doença Infantil do Comunismo publicado em 1920, o autor ataca comunistas alemães e ingleses “por desvio ideológico” (vide Terceira Internacional), por “esquerdismo”. Uns queriam mais poder e dinheiro para os chefes; outros por tentarem tornar o partido (comunista) inútil.  “Negar a necessidade do partido e da disciplina partidária (…) equivale a desarmar completamente o proletariado (operários e camponeses) em proveito da classe burguesa”, escreveu Lênin (ditador comunista da Rússia). O socialismo e o comunismo foram condenados nos argumentos de Orwell e até, pasmem, pelo pioneiro ditador comunista Lênin. Estes regimes são dirigidos, sempre, por tiranos e déspotas que massacram a população, roubam a propriedade alheia em benefício próprio e levam as pessoas à miséria, ao pânico, ao caos.

As igrejas são queimadas e os cristãos são destruídos nestes regimes. Primeiro por acreditarem em Deus, depois na família, na prosperidade individual, na meritocracia e na propriedade privada. Na Bíblia está escrito em Provérbios 22.28:  Não remova o marco antigo – pelo qual as terras de vários possuidores eram distinguidas e divididas. Não se enriqueça com o dano de outros homens: não invada os direitos dos outros. 29: Você já observou um homem habilidoso em seu trabalho? Será promovido ao serviço real; não trabalhará para gente obscura.

Galdino Mesquita

Novo Diahttps://novodia.digital/novodia
O Novo Dia Notícias é um dos maiores portais de conteúdo da região de Jundiaí. Faz parte do Grupo Novo Dia.
PUBLICIDADEspot_img
PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

notícias relacionadas