24.3 C
Jundiaí
segunda-feira, 30 novembro, 2020

Pesquisa mostra percepção dos brasileiros sobre planos de saúde

Estudo da The Bakery com 600 pessoas mapeou os critérios de escolha desses serviços e o sentimento em relação às novas tecnologias, mais valorizadas e conhecidas entre jovens

Escolher um plano de saúde privado pode ser uma tarefa complexa e demorada, de acordo com 74% dos quase 600 brasileiros que responderam a mais recente pesquisa conduzida em agosto e setembro pela The Bakery, empresa global de inovação corporativa. Os critérios mais citados foram a rede de cobertura (79%), o preço (65%) e a confiança na empresa (22%). Já em relação ao relacionamento com a operadora, os respondentes valorizam maior agilidade nos processos e menor burocracia (63%), assim como o bom atendimento na rede credenciada (52%). A utilização de aplicativos próprios e plataformas digitais foi mencionada por 16%, principalmente pelo grupo entre 25 e 39 anos.

Uma das tendências verificadas no estudo “Como o brasileiro cuida da sua saúde” é que as tradicionais empresas do setor vêm testando soluções inovadoras para melhorar a experiência com os clientes. Outra é que as alternativas entre startups se tornaram mais relevantes esse ano. No entanto, 73% das pessoas ouvidas ainda desconhecem as healthtechs.

O relatório lista as healthtechs mais lembradas pelos participantes e apresenta uma curadoria das principais inovações nas seguintes áreas: gestão de saúde corporativa, digitalização de dados do paciente, bem-estar e prevenção de doenças, acesso a consultas e atendimento primário, acesso a exames, acesso a cirurgias e tratamento de doenças.

“Através da pesquisa, que contou com a contribuição espontânea de quase 600 pessoas, predominantemente da região sudeste do país, a The Bakery buscou entender como a população enxerga as diferentes alternativas para cuidar da saúde, assim como os impactos da pandemia da Covid-19 sobre a priorização do tema em suas casas”, explica Felipe Novaes, sócio e cofundador da The Bakery no Brasil.

No geral, a decisão entre ter ou não ter um plano de saúde foi pouco afetada pela pandemia – somente 15% dos pesquisados sentiram necessidade de ter o serviço privado. Já entre os pesquisados sem plano, 1 entre 2 percebeu maior necessidade de contratar um plano de saúde.

Em resposta à questão “O que mais te motiva a pagar pelo serviço?”, os principais motores são a preocupação com possíveis gastos futuros (75%) e a insegurança com o sistema público (63%). Com relação aos impactos da pandemia, a telemedicina, ainda que liberada temporariamente, é quase consenso: 85% dos entrevistados disseram ser a favor da realização de atendimentos online e 45% optaram por não realizar consultas presencialmente, principalmente as de rotina, por temer o risco de contágio pelo SARS-CoV-2.

Segundo a Agência Nacional de Saúde Complementar (ANS), um quarto da população brasileira tem acesso a planos de saúde (mais de 46 milhões de pessoas). Apesar desse mercado encontrar-se em retração, devido à diminuição da renda e ao aumento da taxa de desemprego, a pesquisa da The Bakery mostra que o conhecimento sobre formatos alternativos ainda não é tão trivial.

Dentre os entrevistados, somente 21% afirmam estar familiarizados com programas de benefício em hospitais e laboratórios, enquanto outras formas de vanguarda como o rateio de custos e a compra de crédito são comuns a 12% e 8% da amostra, respectivamente.

Muito se fala sobre prevenção, mas, dentre os pesquisados, grande parte das preocupações com a saúde ainda são financeiras: 58% indicaram ter interesse por planos sem consultas, que englobem apenas eventuais exames, internações e cirurgias para protegerem-se contra grandes dispêndios futuros. De acordo com Ana Claudia Rasera, diretora dos programas de saúde da The Bakery, “empreendedores encontram, nessas lacunas, oportunidades para contrapor a oferta de serviços tradicionais”.

Urbemhttps://novodia.digital/urbem
A Editora Urbem faz parte do Grupo Novo Dia e edita livros de diversos assuntos e também a Urbem Magazine, uma revista periódica 100% digital.

SUGESTÃO DE PAUTAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jundiaí registra cinco mortes por Covid-19 nesta segunda (30)

Até o momento, a cidade registra 435 óbitos positivos para Covid-19 desde o início da pandemia A cidade...
PUBLICIDADE

Japão inaugura parque temático ‘Super Mário’ em fevereiro

O Japão deve inaugurar em fevereiro, o primeiro parque temático "Super Mario". A atração localizada na cidade de Osaka promete agradar os...

Ocupação nas UTIs em cidades da região deixa Estado de SP em alerta

A taxa de ocupação nas UTIs em cidades com mais de 70 mil habitantes têm aumentado, em algumas delas, chega a...

Criança morre trancada em carro quente, enquanto casal assistia série, na Austrália

Caso aconteceu em Queensland, na Austrália, onde as temperaturas chegam aos 33º graus Uma menina de 3 anos...

notícias relacionadas

Jundiaí registra cinco mortes por Covid-19 nesta segunda (30)

Até o momento, a cidade registra 435 óbitos positivos para Covid-19 desde o início da pandemia A cidade...

Japão inaugura parque temático ‘Super Mário’ em fevereiro

O Japão deve inaugurar em fevereiro, o primeiro parque temático "Super Mario". A atração localizada na cidade de Osaka promete agradar os...

Ocupação nas UTIs em cidades da região deixa Estado de SP em alerta

A taxa de ocupação nas UTIs em cidades com mais de 70 mil habitantes têm aumentado, em algumas delas, chega a...

Criança morre trancada em carro quente, enquanto casal assistia série, na Austrália

Caso aconteceu em Queensland, na Austrália, onde as temperaturas chegam aos 33º graus Uma menina de 3 anos...

cadastre-se

Cadastre-se para receber as novidades no grupo Novo Dia