16.4 C
Jundiaí
quinta-feira, 30 junho, 2022

São Paulo teve o setembro mais quente desde 1943

PUBLICIDADEspot_img

Setembro de 2020 foi um mês muito quente e bastante seco na cidade de São Paulo. Com isso, entrou para o recorde histórico da capital como o segundo setembro mais quente já visto desde que as medições começaram na estação meteorológica do Mirante de Santana, em 1943.

A média das temperaturas máximas foi de 29,3°C e a média das temperaturas mínimas foi de 17,4°C.

No último dia do mês a temperatura chegou a 37,1°C no Mirante, sendo a segunda maior temperatura já registrada no local desde 1943. Além disso, o mesmo se repetiu no primeiro dia de outubro.

Pelos cálculos do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), a média das temperaturas máximas e a média das mínimas foram as mais altas já observadas para um mês de setembro de toda a série histórica.

Chuva de setembro de 2020

No informe oficial do balanço de setembro de 2020, o INMET informou que foram acumulados apenas 14,6 mm no Mirante de Santana nos 30 dias de setembro. Este volume corresponde a apenas 17% da média de chuva normal para um setembro que é de 84,9 mm.

Seguindo o histórico, São Paulo teve o 12º setembro com menos chuva desde 1943. O setembro mais seco até agora foi o de 1994, quando choveu apenas 1,2 mm.

Leia também:

Setor da indústria foi o que mais empregou no mês de agosto em Jundiaí

Polícia conclui perícia em carros retirados de pedreira

Morungaba prorroga suspensão das aulas do ensino municipal até o fim de 2020

São Paulo teve o setembro mais quente desde 1943

SP tem 3º dia mais quente do ano e praias voltam a ficar lotadas

Novo Dia
Novo Diahttps://novodia.digital/novodia
O Novo Dia Notícias é um dos maiores portais de conteúdo da região de Jundiaí. Faz parte do Grupo Novo Dia.
PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

notícias relacionadas