25.6 C
Jundiaí
quarta-feira, 28 outubro, 2020

Prestigiando mulheres, Azul pinta aviões para campanha

Empresa promove o Outubro Rosa há dez anos. Neste mês, comissárias, pilotos e co-pilotos estarão vestindo uniforme rosa, em vez do tradicional azul

No dia 1º deste mês, o hangar da Azul Conecta em Jundiaí fez um encontro para lançar sua campanha do Outubro Rosa. Trouxe funcionárias de diversos lugares do Brasil – duas delas que passaram pela doença e se recuperaram – e até o presidente da Azul Linhas Aéreas, John Rodgerson. E aproveitou para batizar uma aeronave, a Lady Azul, pintada de rosa, que assim estará voando até o final do mês. No mês dia, às duas da tarde, um Airbus A 320, também pintado de Rosa, fez o vôo Campinas-Vitória-Campinas, com mulheres no comando.

Há dez anos a empresa se faz presente no mês de outubro. Neste ano, o lema é “Quem se cuida voa mais longe”. Tem até uma espécie de acordo com o Hospital do Amor de Barretos, que é referência no tratamento de câncer de mama – transporta gratuitamente pacientes para tratamento naquele hospital. Neste mês, serão 140 do quadro de 2.300 comissários de bordo a usarem o rosa em vez do azul. As que estiveram em Jundiaí foram as que ganharam o prêmio de excelência de qualidade no ano passado, o PEX, segundo Alexandre Pupe, gerente de comissários e do programa PEX.

Uma delas é Beatriz Beath, de 26 anos, com brevê desde os 19, e que voa com o Cessna Caravan há dois anos e meio. Sua base é Manaus, e faz vôos nas rotas de Porto Velho e Rio Branco. Ao contrário do que acontece com motoristas mulheres, Bia recebe elogios. “Vez ou outra alguém faz gracejos pelo fato de haver uma mulher no comando da aeronave – conta ela. Vôo sobre o que chamam de inferno verde, transportando mais passageiros do que carga”.

A comandante Paschoal é outra que voa com o Cessna Caravan, um turbo-hélice com 675 SHP de potência. Começou fazendo a rota Congonhas-Franca e hoje está baseada em Vitória, no Espírito Santo. Foi a primeira mulher a comandar uma aeronave na Azul. A segunda foi sua colega Beatriz. Paschoal faz as rotas Guarulhos, Vitória e Salvador, e, ao contrário de Bia, transporta mais cargas do que passageiros. Está no time das 12 mulheres pilotos da Azul – três são comandantes, e 9 são co-pilotos.

Duas das que estiveram em Jundiaí passaram pelo câncer de mama e voltaram ao trabalho, com vida normal. Luyza Monteiro Moraes, é comissária de bordo baseada em Guarulhos e está na Azul há dois anos. Passou pelo tratamento e está vivendo normalmente, como outra funcionária, Cleonice Quaresma, na Azul há sete anos na área administrativa e com base em Guarulhos. Cléo, como é conhecida, é risonha e falante. Seu tratamento foi mais demorado, pois quando já havia passado por quimio e radioterapia, o câncer voltou.

“Mas enfrentei com serenidade, e precisei me submeter à mastectomia. “Hoje levo vida normal. Mas a doença nos ensina a ver o mundo de outra forma, a dar valor a coisa com as quais não nos importamos, e neste mês tomo o último remédio do tratamento”, diz ela.

A Azul iniciou suas operações em 2008. Hoje conta com mais de 100 destinos e quase 800 decolagens diárias. Opera com aeronaves Embraer e Airbus, e tem linhas diretas para os Estados Unidos e Portugal. Outras rotas internacionais operadas pela Azul: Buenos Aires, Punta Del Este, Montevidéu e Caiena. É a terceira companhia aérea do Brasil.

Urbemhttps://novodia.digital/urbem
A Editora Urbem faz parte do Grupo Novo Dia e edita livros de diversos assuntos e também a Urbem Magazine, uma revista periódica 100% digital.

SUGESTÃO DE PAUTAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Caieiras inaugura o primeiro Ecoparque linear do município

Instalado em uma área de mais de 56 mil metros quadrados, o Ecoparque Caieiras será inaugurado nesta sexta-feira (30), às 19h. Este...
PUBLICIDADE

Rodovia dos Bandeirantes completa 42 anos nesta quarta-feira (28)

Importante via que liga a Capital Paulista ao norte do Estado de São Paulo, a Rodovia dos Bandeirantes (SP-348) completa 42 anos...

Cemitério Bosque da Saudade também estará aberto no feriado

Seguindo as cidades do Aglomerado Urbano de Jundiaí que estão na fase verde do Plano São Paulo no combate à Covid-19, a...

Jundiaí aprova lei que reforça a proibição da venda de ‘chumbinho’

A Câmara Municipal de Jundiaí aprovou o Projeto de Lei que reforça a proibição da comercialização da substância organofosforado, conhecido como “chumbinho”....

notícias relacionadas

Caieiras inaugura o primeiro Ecoparque linear do município

Instalado em uma área de mais de 56 mil metros quadrados, o Ecoparque Caieiras será inaugurado nesta sexta-feira (30), às 19h. Este...

Rodovia dos Bandeirantes completa 42 anos nesta quarta-feira (28)

Importante via que liga a Capital Paulista ao norte do Estado de São Paulo, a Rodovia dos Bandeirantes (SP-348) completa 42 anos...

Cemitério Bosque da Saudade também estará aberto no feriado

Seguindo as cidades do Aglomerado Urbano de Jundiaí que estão na fase verde do Plano São Paulo no combate à Covid-19, a...

Jundiaí aprova lei que reforça a proibição da venda de ‘chumbinho’

A Câmara Municipal de Jundiaí aprovou o Projeto de Lei que reforça a proibição da comercialização da substância organofosforado, conhecido como “chumbinho”....

cadastre-se

Cadastre-se para receber as novidades no grupo Novo Dia