16.4 C
Jundiaí
quinta-feira, 30 junho, 2022

Onda de calor: entenda como bloqueio atmosférico e jato polar fazem Brasil ferver

PUBLICIDADEspot_img

Outubro começou nesta quinta-feira (1º) com uma forte onda de calor e sem nenhuma previsão de chuva na região central do Brasil nesta semana, segundo o Climatempo.

A partir disso, vários estados do país estão registrando temperaturas acima da média, na casa dos 40°C.

Em Jundiaí não foi diferente, o recorde de temperatura mais alta em 2020 foi batido na quarta-feira (30), com registros de 38,8°C, segundo o Centro Integrado de Informações Agrometeorológicos (CIIAGRO).

Massa de ar seco: bloqueio atmosférico

As pancadas de chuva, que costumam ficar mais presentes a partir deste mês, devem ocorrer de forma pontual na primeira metade de outubro. Isso acontece porque grandes massas de ar seco seguem pelo centro do país.

Os chamados bloqueios atmosféricos atuam como uma barreira impedindo o avanço de frentes frias ou outro sistema que consiga levar chuva para a região.

Mas este ano, o bloqueio está ainda mais forte porque a temperatura na superfície do mar está mais alta que o normal, fazendo com que as frentes frias desviem para o alto mar.
Os efeitos deste sistema são sentidos especialmente no Centro-Oeste, Sudeste e no Sul do país.

Outro fator que contribui o calor em excesso é a corrente de ar conhecida como jato polar, que não passou tanto pelo Brasil durante o inverno e começa a passar cada vez mais ao sul, na região da Argentina e do Polo Sul.

Novo Dia
Novo Diahttps://novodia.digital/novodia
O Novo Dia Notícias é um dos maiores portais de conteúdo da região de Jundiaí. Faz parte do Grupo Novo Dia.
PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

notícias relacionadas