24.6 C
Jundiaí
sexta-feira, 18 setembro, 2020

O mito das redes sociais nas eleições 2020

Nas últimas duas eleições, em 2016 e 2018, a presença das redes sociais deu uma nova cor à corrida eleitoral. Os recentes casos de sucesso de algumas campanhas no ambiente digital ajudaram a criar dois mitos que estão dificultando o andamento dos pré-candidatos em relação ao resultado que desejam. O primeiro deles é “vou vencer as eleições nas redes sociais”.

Se a pessoa não é um fenômeno das redes sociais, certamente não será por lá que ela vai vencer. Vejamos, o voto do vereador é o voto de uma minoria da população. Chamamos de voto proporcional justamente por isso. Sendo assim, o principal foco deste pré-candidato é encontrar esse grupo. Com certeza essa minoria mora ao lado, é presencial. Por isso a formação e gerenciamento de uma rede de relacionamento desse tipo é fundamental.

A pergunta para se iniciar uma pré-campanha é simples: Quem são as pessoas que gostam de mim? A resposta a essa pergunta é incrivelmente reveladora e começa a pavimentar toda a estratégia do pré-candidato. A segunda pergunta, que dará um alcance incrível, é: Quais as pessoas que podem vir a gostar de mim? Observe que as redes sociais só vão entrar no contexto bem depois de serem realizados os contatos um a um.

O segundo mito é “essa é a eleição do Instagram e Facebook”. Se fosse pra definir uma rede protagonista, decididamente seria a eleição do WhatsApp. O Instagram, por exemplo, é uma forma de comunicação onde você depende que alguém simplesmente resolva te conhecer melhor e vá até lá de forma espontânea. Com o WhatsApp, o contato um a um é muito melhor e a plataforma permite que você organize sua campanha através do smartphone, ao usar as “Listas de Transmissão Inteligentes”. Com elas, é possível falar com um grande número de pessoas sem perder o contato individual.

Aqueles pré-candidatos que pretendem surpreender nas eleições devem focar em estratégias simples e assertivas. Já os partidos devem investir em qualificar as nominatas, proporcionando treinamentos que façam desses candidatos postulantes reais a uma vitória nas urnas. A motivação é um fator determinante.

É possível observar um desânimo nas nominatas de vereadores por todo o país. O pré candidato está perdido. Nos tempos de Covid-19, ele não pode simplesmente ir até a rua.

Com a impossibilidade de fazer reuniões com muitas pessoas, o candidato entra em uma espécie de “depressão eleitoral”, que é normal que aconteça durante a campanha. Porém, ela é tratada com o movimento. Sem movimento, os momentos de dúvida vão assumindo o controle.

O remédio é simples, foco no propósito e planejamento. Mesmo com as dificuldades impostas pela pandemia, é possível trilhar um caminho de sucesso no pleito eleitoral. Entretanto, é necessário lembrar sempre que as redes sociais, sozinhas, não vão te levar a vitória. A campanha começa ao seu lado.

OSMAR BRIA
Especialista em Análise Comportamental

Novo Diahttps://novodia.digital/novodia
O Novo Dia Notícias é um dos maiores portais de conteúdo da região de Jundiaí. Faz parte do Grupo Novo Dia.

SUGESTÃO DE PAUTAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Um dos bandidos mais procurados do Brasil, que assaltou Banco em Itupeva, vendia limões em SP

Luciano Castro de Oliveira, o Zequinha, era apontado como um dos criminosos mais procurados do Brasil e de ser um dos responsáveis...
PUBLICIDADE

“Quem fica em casa e faz isolamento é fraco”, diz Bolsonaro

O Presidente Jair Bolsonaro voltou a criticar as medidas de isolamento social para combater o coronavírus. Assim, em discurso...

Pacientes em Jundiaí podem marcar consultas direto na Central de Agendamento

Além dos atendimentos em acolhimento e agendas realizados pelas equipes de Saúde, a Prefeitura de Jundiaí retoma, nesta segunda-feira (21), o agendamento...

Guarda Municipal de Jundiaí monitora Serra do Japi para evitar aglomerações

A Guarda Municipal de Jundiaí (GMJ) intensificou a fiscalização nas entradas de cachoeiras na Serra do Japi, com o objetivo de impedir...

notícias relacionadas

Um dos bandidos mais procurados do Brasil, que assaltou Banco em Itupeva, vendia limões em SP

Luciano Castro de Oliveira, o Zequinha, era apontado como um dos criminosos mais procurados do Brasil e de ser um dos responsáveis...

“Quem fica em casa e faz isolamento é fraco”, diz Bolsonaro

O Presidente Jair Bolsonaro voltou a criticar as medidas de isolamento social para combater o coronavírus. Assim, em discurso...

Pacientes em Jundiaí podem marcar consultas direto na Central de Agendamento

Além dos atendimentos em acolhimento e agendas realizados pelas equipes de Saúde, a Prefeitura de Jundiaí retoma, nesta segunda-feira (21), o agendamento...

Guarda Municipal de Jundiaí monitora Serra do Japi para evitar aglomerações

A Guarda Municipal de Jundiaí (GMJ) intensificou a fiscalização nas entradas de cachoeiras na Serra do Japi, com o objetivo de impedir...

cadastre-se

Cadastre-se para receber as novidades no grupo Novo Dia