6.4 C
Jundiaí
sexta-feira, 20 maio, 2022

Tudo isso é amor?

PUBLICIDADEspot_img

No próximo sábado, 12 de junho, será comemorado mais um dia dos namorados. Forma estranha de comemorar, a julgar pelos apelos comerciais da data, excetuando os presentes e outros agrados. Ou o casal vai a um restaurante se empanturrar de gordices, ou vai a um motel. E não é para conversar.
Sabe-se que amor não é bem isso. Ir a restaurante é uma das formas de relembrar a data, gastando muito dinheiro, pagar R$ 70 pela garrafa de vinho que no supermercado custa R$ 20 e ainda deixar os sagrados 10% de caixinha para o garçom – afinal, ele teve trabalho de abrir a garrafa.
Como cafonice faz parte do cotidiano da maioria, restaurante que se preze nesse dia terá um vaso barato com uma rosa vermelha, que será dada à moçoila namoradeira. E motel? Por que namorados precisam comemorar o dia em motel? Tudo bem que os tempos mudaram, que hoje sexo antes do casamento é natural. Mas por que precisa ir a motel?
Ninguém vai a motel para ver televisão, nem para aproveitar a banheira. Vai para fazer sexo. E vai fazer sexo na mesma cama que horas antes estava ocupada por outro casal; vai usar toalhas quem nem sempre foram higienizadas de acordo.
Mais interessante é que no dia seguinte tudo será esquecido. Muitos dos que dirão o clássico eu te amo no dia 12 estarão, dias depois, em bordéis ou casas noturnas pagando por sexo profissional. Para eles, o preservativo resolve todos os problemas.
Ninguém é contra casais se amarem e fazerem sexo. Mas tem de ser justo no dia dos namorados? Fora restaurante e motel, não existem outros apelos comerciais, a não ser o dos presentes. Nada mais justo dar presentes – a previsão do comércio é que a média dos presentes fique nos cem reais.
Lá se foram os tempos em que pai de namorada acendia a luz da área pro namorado se tocar que o horário estava vencendo. Ou que casais não passavam da pegação. Ou ainda quando as famílias se reuniam para brindar a provável formação de uma nova família. Hoje, quem não vai a motel com a namorada é frouxo, trouxa ou coisa parecida. Tudo porque vivemos a modernidade das camas quentes e toalhas usadas. Boa sorte a todos.

Novo Dia
Novo Diahttps://novodia.digital/novodia
O Novo Dia Notícias é um dos maiores portais de conteúdo da região de Jundiaí. Faz parte do Grupo Novo Dia.
PUBLICIDADEspot_img

SUGESTÃO DE PAUTAS

notícias relacionadas